Primeira vez sobre rodas / First time on wheels (Eulina)

Primeira vez sobre rodas

por Eulina Faria, mãe de Deividy

A dura aceitação de mamãe com a cadeira de rodas foi muito, muito difícil. No dia que recebemos mamãe chorou muito por eu ter que usar a cadeira pra me mover e quase um ano após eu ter recebido mamãe resolveu usar hoje e claro antes de sair de casa mamãe chorou, ficou nervosa e colocou um óculos escuros pra se esconder do mundo claro não foi isso que mamãe sonhou pra mim então saímos, fomos passando pelas pessoas dando bom dia como de costume e as pessoas parabenizando pela cadeira que eu iria descansar mamãe.

Chegamos no ponto de ônibus a primeira decepção o ônibus passou por fora mas mamãe não se abateu e continuamos alí aguardando o próximo, então chegou o ônibus o cobrador foi solícito, seguimos viagem eu me comportei muito bem deixando mamãe surpresa pois ela não esperava, descemos no nosso destino a acessibilidade não é nada boa mas seguimos em frente chegamos no meu atendimento fiz tudo sentado na minha cadeira e depois seguimos pra casa e mais uma vez graças a Deus o ônibus parou e o profissional foi solícito, seguir toda a viagem na minha cadeira sem reclamar e prestando atenção em tudo.

E mais uma vez eu ensinei a mamãe a ser forte e que juntos podemos atravessar barreiras e que temos muito aprender com a vida e com o amor superamos tudo!

 


First Time on Wheels

by Eulina Faria, mother of Deividy

Mommy’s acceptance of the wheelchair was very, very difficult. On the day we received it, Mommy cried because I had to use the chair to move around. Almost a year after I got it, Mommy decided to use it today. And of course, before leaving the house, Mommy cried, got upset [ficou nervosa], and put on dark glasses to hide herself from the world. Of course this wasn’t what Mommy had dreamed for me. So we left the house, we went by the people telling us “good morning” as usual, and people were congratulating her on the wheelchair because now I would let Mommy rest.

We got to the bus stop. The first disappointment was that the bus passed right by. But Mommy didn’t get down and we kept waiting there for the next one. Then the bus arrived and the ticket-taker was helpful. We continued on our way, and I was very well-behaved, which surprised Mommy because she wasn’t expecting it. We got off at our destination. The accessibility isn’t good there, but we kept going. We arrived at my appointment; I did everything sitting in my chair. And afterward, we continued on home. And once more, thank God, the bus stopped and the professional was helpful. I did the whole trip in my wheelchair without complaining and paying attention to everything.

And once more, I showed Mommy how to be strong, that together we can overcome barriers, that we have a lot to learn with life, and that with love we can overcome anything!

Lina-1.jpeg
Deividy e sua cadeira de rodas no ônibus. Foto pela autora. / Deividy and his wheelchair strapped in on the bus. Photo by the author.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s